Roteirista usa Twitter para mostrar o sexismo de Hollywood para descrever personagens femininas

Além de expor a vida pessoal de muita gente para o mundo todo, a internet também nos permite ver como funcionam certas coisas que antes nem imaginávamos ter acesso, como os bastidores de Hollywood. Nesta semana, o roteirista e produtor Ross Putman criou um Twitter para mostrar como as personagens femininas são descritas de forma sexista desde o script.

Em três dias, a conta @femscripts já possuía mais de 50 mil seguidores e 40 tweets mostrando passagens de roteiros lidos pelo produtor. Para preservar o nome das personagens e atrizes que trabalharam no papéis citados, todas os nomes foram substituídos por Jane.

Abaixo, você pode conferir alguns dos tweets que mostram o sexismo que existe por trás da indústria cinematográfica.

A Atitude de  Ross Putman influenciou alguns roteirista a repensarem seus trabalhos e reverem atitudes. Gary Whitta, que está escrevendo Rogue One, da franquia Star Wars, disse que "ia dar uma olhada nos seus antigos roteiros para ver se eles passavam no 'Teste da Jane'".

Whitta revelou que a introdução de personagens femininas em "O Livro de Eli" e "Depois da Terra", escritos por ele, se encaixavam nos esteriótipos descritos pelo Teste da Jane. Por outro lado, o roteirista também tweetou que suas duas última personagens femininas já foram bem melhor descritas. Possivelmente uma delas estará em "Rogue One", veremos o resultado em dezembro deste ano.

Como não fazer um roteiro sexista?

A Wired entrou em contato com Ross Putman e pediu ao produtor que fizesse um guia para os roteiristas se adaptarem ao Teste de Jane e melhorarem a representação feminina nas telonas. Abaixo, você confere as perguntas básicas para saber se um roteiro passa ou não no Teste de Jane.

A introdução da personagem foca em fatores externos? Segundo Putman, este é o equivoco mais comum dos roteiristas: focar principalmente em traços da aparência e deixar de lado a personalidade da personagem, utilizando como principais termos descritivos frases como "uma garota gostosa", " mulher atraente", etc.

Ela possui vinte ou trinta e poucos anos? Outro fator bastante presente em personagens femininas é a idade entre 19 e 30 anos. Segundo o roteirista, alguns scripts seguem a linha de idade da atriz, o que é aceitável. Porém, em alguns casos, antes mesmo da pré-seleção, a personagem é descrita como jovem, mesmo quando isso não tem importância para a personalidade da personagem.

Ela está saindo com alguém décadas mais velho? Outra característica padrão encontrada por Putman é o fato de que muitas personagens jovens saem com caras mais velhos nos filmes.

De acordo com o roteirista, basta fugir destes esteriótipos e o roteiro ficará mais igualitário quando o assunto é sexismo. Mais informações estão disponíveis na reportagem completa da Wired, neste link.

{via}Wired|http://www.wired.com/2016/02/jane-test-movie-gender-roles/{/via} 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.