Jogador de Counter-Strike engana milhares de cheaters e faz com que eles sejam banidos

O jogador de Counter-Strike que utiliza o nome de usuário AndroidL pregou uma baita peça num grande número de cheaters, fazendo com que eles fossem banidos. O que ele fez foi criar 3 hacks para o game Counter-Strike: Global Offensive e lançá-los durante o período de 2 semanas.

A promessa dele era de oferecer uma mudança nos ângulos de visão quer seria impossível de conseguir de maneira legítima. Além disso, ele oferecia munição e vida ilimitadas. Mas a grande questão é que havia um pequeno truque dentro desses cheats.

Todos eles possuíam recursos que chamavam a atenção da Valve, fazendo com que os jogadores fossem banidos. Os dois primeiros possuíam um timer que só ativaria esses recursos um dia depois do lançamento dos hacks. Já o terceiro era bem mais direto: ele fazia com que o Valve Anti-Cheat (VAC) percebesse a trapaça assim que o usuário abrisse o jogo e entrasse numa partida.

E ele foi extremamente bem sucedido em sua tarefa. Contando apenas o terceiro hack, ele obteve 3,5 mil downloads, se tornando o mais baixado num dos fóruns de hacks mais populares. No total, os cheats criados pelo usuário foram baixados 5,5 mil vezes.

As atitudes de AndroidL fizeram bastante sucesso no Reddit, onde ele contou a história e foi elogiado de maneira quase unânime. Lá, ele também postou este link para prints de cheaters reclamando que foram banidos por causa do hack.

- Continua após a publicidade -

{via}Engadget|http://www.engadget.com/2016/02/03/counter-strike-hack-bans/|Eurogamer|http://www.eurogamer.net/articles/2016-02-03-how-a-counter-strike-player-tricked-over-3000-cheaters-into-getting-banned{/via} 

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.