CES 2016: mais de 1 milhão de instruções por segundo em apenas um SSD com o Kingston E1000

Os novo formatos de SSDs estão levando a performance dos dispositivos a novos patamares. Durante a CES, uma das demonstrações mais impressionantes do evento foi Kingston E1000, um SSD com conexão PCI Express capaz de atingir 1.25 milhões de instruções por segundo (IOP).

Artigo: Entenda o que é NVM Express (NVMe), o padrão do futuro para SSDs

Para alcançar essa alta eficiência foram combinados quatro SSDs do tipo M.2 no PCB, com direito a um sistema de resfriamento passivo e uma série de componentes como capacitores para aumentar a estabilidade do conjunto, mesmo sob altas cargas de transferências. Até mesmo se houver uma pane na energia, o SSD é capaz de rapidamente realizar um cache em e salvar seus dados no próprio NAND Flash. A conexão utilizada é o PCI Express de terceira geração, utilizando 8 lanes (x8) em sua comunicação com o chipset e dessa forma garantindo grande largura de banda e baixas latências na transferência.

 

- Continua após a publicidade -

Por utilizar a nova interface NVMe, esse SSD PCIe é capaz de alcançar seus altos patamares de desempenho e tudo sem sobrecarregar o processador. Em uma das demonstrações, uma CPU Skylake foi capaz de manter a transferência de dados sem ser sobrecarregado.

Outro sistema exibido em Las Vegas aplicou o novo E1000 a um uso mais extremo: seis desses SSDs PCI Express foram combinados, atingindo um limite impressionante de 3.26 milhões de IOPs, e performance suficiente para rodar 10 máquinas virtuais simultaneamente, muitas transferindo mais de 1GB por segundo. A largura de banda e a quantidade de dados circulando foram capazes de sobrecarregar até mesmo uma dupla de 2 CPUs Intel Xeon E5-2960v3, cada uma com 12 núcleos de processamento. Combinados, os seis SSDs possuem uma taxa de transferência teórica de impressionantes 12GB/s!

Apesar do foco do produto ser os servidores, a tecnologia do NVMe deve trazer benefícios aos consumidores domésticos, com futuros modelos compatíveis com a interaface. Hoje a linha HyperX conta com o SSD PCIe Predator, voltados aos entusiastas de hardware de alto desempenho.

Análise: SSD HyperX Predator M.2 PCIe tem versatilidade e bom desempenho como seus grandes trunfos

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Em jogos single-player como Resident Evil Village, você prefere:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.