Uber vai pagar multa de US$ 20.000 por violação de dados e privacidade

A Uber concordou em pagar uma multa de US$ 20,0000 por não informar previamente seus motoristas sobre uma violação de dados envolvendo suas informações pessoais ainda em 2014. A empresa também prometeu reforçar o acesso dos funcionários à localização de seus passageiros.

Estatísticas do CADE mostram que Uber não afetou o mercado brasileiro de serviços de táxi

A multa à companhia de caronas foi notificada no começo de 2015, na qual informava que os números e informações pessoais dos motoristas foram acessados ​​por um terceiro não autorizado. Essa violação de dados foi descoberta no início de setembro de 2014. A multa foi imposta à empresa pela sua demora em fornecer aviso antecipado da violação de dados para os funcionários afetados.

No início de 2014, um engenheiro da Uber tinha postado no Github.com um ID de acesso para armazenamento em nuvem de terceiros da empresa. em um post acessível ao público. Além disso, a Uber foi acusada por invadir a privacidade de seus clientes e motoristas usando o recurso "God View". "O Uber também recolhe a localização geográfica de motoristas e usuários em tempo real", segundo Eric Schneiderman, procurador geral de Nova Iorque.

Câmara de São Paulo aprova lei para regulamentar aplicativos de carona como o Uber

As autoridades do Senado americano sobre privacidade estão questionando as políticas de privacidade do Uber, incluindo quem na empresa e por quais motivos eles tinham acesso ao "God View".

{via}Computer World|http://www.computerworld.com/article/3019928/security/uber-to-pay-20000-in-settlement-over-data-breach.html{/via} 

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.