Criador da Oculus diz que não está fazendo dinheiro com o Rift: "Tecnologia VR é cara"

O preço oficial do Oculus Rift foi revelado ontem: o hardware de realidade virtual chegará ao mercado custando US$ 599,00. E apesar do preço bem salgado, o fundador da Oculus, Palmer Luckey, disse no Twitter que não está fazendo dinheiro com a tecnologia e que a quantia cobrada está saindo bem em conta.

De acordo com Palmer, a produção de dispositivos de ponta voltados para realidade virtual é bem cara. "Nós não estamos fazendo dinheiro com o Rift. Realidade Virtual de qualidade é cara, mas o Rift é obscenamente barato pelo que é", postou o CEO da Oculus no Twitter.

O primeiro lote de dispositivos Rift se esgotou logo no começo da pré-venda, que foi aberta ontem. As entregas do produto começam a ser feitas em abril. Para compensar o preço salgado, o Rift vem em um pacote com dois jogos, Lucky's Tale e EVE: Valkyrie, e um controle de Xbox One com adaptador wireless.

De acordo com uma pesquisa, a industria de realidade virtual sofrerá uma grande expensão em 2016 e deve gerar US$5,1 bilhões em vendas durante o ano. Além do Oculus Rift, o Vive, aparelho VR da Valve, e o PlayStation VR também chegam ao mercado este ano.

{via}VG247|http://www.vg247.com/2016/01/06/oculus-rift-price/{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.