Denuvo pode acabar com a pirataria de games em 2 anos, segundo grupo de "crackers" 3DM

O grupo de crackers chinês 3DM, especializado em quebrar a criptografia de jogos para liberar a pirataria, tem encontrado enormes dificuldades em vencer as defesas de Just Cause 3, turbinadas pelo sistema Denuvo. Enquanto a pressão de pessoas ansiosas para jogar sem pagar aumenta, um dos membros do grupo fez uma declaração bastante surpreendente: de que a pirataria de games pode acabar nos próximos 2 anos por causa de sistemas de proteção como este.

Um dos membros do grupo, uma mulher conhecida como "Bird Sister" deu a seguinte declaração a respeito do andamento do crack de Just Cause 3:

"Recentemente muitas pessoas têm perguntado sobre os cracks para Just Cause 3, então aqui vai uma resposta centralizada para esta pergunta. O estágio final está muito difícil e o Jun (top cracker do grupo) quase desistiu, mas na última quarta eu o encoragei a continuar. Eu ainda acredito que este jogo pode ser comprometido. Mas vendo as tendências atuais no desenvolvimento da tecnologia de criptografia , num período de 2 anos eu temo que não haverá mais jogos gratuitos (piratas) para se jogar no mundo."

O sistema Denuvo de segurança ganhou as notícias no lançamento de Dragon Age: Inquisition em 2014, quando ele conseguiu proteger o jogo da pirataria por um período de mais ou menos um mês, considerado bastante tempo nesse tipo de "mercado". Desde o lançamento do game da EA pra cá, porém, novas implementações na criptografia do sistema parece estar deixando os crackers exaustos.

É difícil imaginar que um dia vai surgir um sistema de segurança completamente à prova de crackers, mas a pirataria de jogos tem uma natureza muito imediatista. Talvez o que pode acabar sufocando este segmento é a falta de paciência de seus entusiastas, conforme sistemas cada vez mais avançados de criptografia começam a demandar muito tempo para serem quebrados.

{via}TorrentFreak|https://torrentfreak.com/no-more-pirate-games-in-two-years-group-warns-160106/{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.