AMD lança a arquitetura Polaris para suas GPUs de 2016 com nova litografia e muito mais eficiência

A AMD anunciou hoje sua nova arquitetura de chips gráficos, a Polaris. Confirmando rumores, as novas GPUs da empresa virão com a litografia em 14nm FinFET. A troca no processo de fabricação dos transistores promete o maior salto de eficiência energética da história da empresa, com consumo até 61% menor que seus concorrentes, de acordo com a própria AMD. A empresa afirma que a arquitetura Polaris representa o maior avanço de produção, em termos de desempenho por watt, na história das GPUs AMD. A escolha do codinome Polaris é uma referência a estrela também conhecida como Estrela do Norte ou Estrela Polar, e se trata da estrela mais brilhante da constelação da Ursa Menor e um importante ponto de referência para navegadores ao longo dos séculos.

A arquitetura AMD Polaris promete até 61% menos consumo que os concorrentes

Os chips gráficos que equiparão placas de vídeo e processadores com gráficos integrados chegarão com a arquitetura Graphic Core Next (GCN) de 4ª Geração, e contarão com novos recursos como HDMI 2.0, DisplayPort 1.3 e tecnologia de codificação/decodificação h.265 em 4K e 60FPS. As GPUs também contarão com melhorias na aceleração por hardware de processos, com recursos como compressão de memória, shadders com eficiência melhorada, hardware scheduler e instruction pre-Fetch.

Na hora de comparar com a empresa rival, a AMD fez um comparativo com um chip gráfico ainda não identificado da nova geração Polaris e uma Nvidia GeForce GTX 950. Rodando o game Star Wars Battlefront, essa GPU nova da AMD foi capaz de rodar o game em 1080p, qualidade média e 60FPS consumindo 84 watts, enquanto que na mesma situação a GTX 950 da rival Nvidia consumiu praticamente o dobro: 140W. É bom lembrar que a Nvidia também deve introduzir em breve uma nova geração de GPUs também equipadas com uma nova litografia, o que significa que 2016 pode ser um ano bem interessante na disputa entre as duas empresas em termos de eficiência energética.

- Continua após a publicidade -

AMD está de olho em formatos mais compactos com a nova arquitetura

Por conta da eficiência energética muito superior, os novos gráficos Radeon estão de olho no mercado de notebooks e outros formatos ultracompactos de PCs, buscando um produto com bastante autonomia e ao mesmo tempo alta performance gráfica. Com menos consumo, a tendência é que os chips da AMD da geração Polaris também aqueçam menos, o que possibilita formatos mais compactos em decorrência de sistemas menos robustos de resfriamento.

A Polaris reduz a litografia para 14nm. Desde a geração HD 7000, lançada em 2012, a AMD utilizava os 28nm


No "mundo dos rumores", um jornal sul-coreano afirmou que a Samsung será responsável pela fabricação dos chips gráficos da geração Radeon R400, e fará as GPUs na litografia de 14nm FinFET. A nova litografia representa uma mudança importante para a AMD, que utiliza os 28 nanômetros desde a geração HD 7000, e deve resultar em evoluções importantes em quesitos como densidade de transistores e, o salto mais interessante, avanços na eficiência dos chips gráficos. 

- Continua após a publicidade -

De acordo com os planos da empresa, os produtos baseados na arquitetura Polaris devem dar as caras na metade de 2016. Algumas amostras já devem aparecer na CES, evento que cobrimos diretamente de Las Vegas, então fiquem de olho no site para mais novidades sobre a nova arquitetura da empresa! 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
amd
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.