"Banda Lerda" das escolas públicas brasileiras atinge apenas 3% da velocidade ideal

O cenário da educação pública nacional não é dos melhores e a banda larga sendo implementada nessas escolas, infelizmente, parece seguir a regra. Dos 78 Mbits/s estipulados como a velocidade ideal pelo próprio Governo Federal, apenas 2,3 Mbits/s são alcançados, o que representa aproximadamente 3% do adequado.

Os dados vêm do programa do governo que se chama "Banda Larga nas Escolas", lançado em 2008 e que agora já atinge 90% da rede pública em áreas urbanas brasileiras, o que seria uma porcentagem excelente se a internet funcionasse com uma velocidade adequada. O termo "banda lerda" usado no título deste post foi proclamado pelo próprio ministro da educação do Brasil, Aloizio Mercadante: "Nós temos em geral uma banda lerda. A gente deve discutir isso com prioridade, se quisermos fazer uma escola de qualidade". 

Para remediar a situação e, ao mesmo tempo, levar a banda larga para locais mais distantes, o Ministério das Comunicações vai lançar neste ano um novo programa, subsidiando o investimento privado no cabeamento e instalação de redes, usando fibra óptica.

{via}Folha|http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2016/01/1725115-velocidade-da-internet-em-escolas-publicas-e-apenas-3-da-adequada.shtml{/via}

Assuntos
Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.