Grinch ataca a Valve: entenda o que aconteceu com a Steam e se sua conta está segura

Ontem, justo no dia do natal, a Valve presenteou todos os seus usuários com um belo de um susto. A partir de determinado horário da tarde, ao acessarem suas contas na Steam, os jogadores viram a plataforma se comportar de maneira estranha, sendo até mesmo direcionados para páginas com informações privadas de outros usuários, como histórico de compras e endereço de e-mail, por exemplo.

O bug acontecia quando o usuário clicava para acessar as informações sobre sua conta e era direcionado para a página que queria, mas de outra pessoa. A preocupação foi grande e começou-se a especular se o site não teria sido invadido, vítima de um hack ou algo do gênero. As especulações se agravaram por causa da maneira discutível que a Valve escolheu para lidar com o caso: completo silêncio. A empresa não se pronunciou, nem explicou o que estava acontecendo durante toda a tarde de ontem. A Steam simplesmente saiu do ar e somente à noite voltou à ativa, funcionando normalmente

"A Steam está de volta e rodando sem nenhum problema conhecido. Como um resultado de uma mudança de configuração hoje mais cedo, um problema no cache permitiu que alguns usuários vissem aleatoriamente páginas geradas para outros usuários por um curto período de menos de uma hora. Este problema foi resolvido. Nós acreditamos que nenhuma ação não autorizada foi permitida em contas além de ver as informações em cache da página e nenhuma ação adicional é requerida para os usuários."

Depois de tudo resolvido, então, que a Valve decidiu informar o que havia acontecido. O trecho acima foi enviado para o Kotaku. Segundo a empresa, as contas dos usuários estão seguras e não há mais motivos para alarmes. Só não custava nada ter avisado antes.

{via}Kotaku|http://kotaku.com/steam-goes-nuts-offers-access-to-other-peoples-account-1749718979{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.