Veja se sua foto é interessante através desse algoritmo feito pelo MIT

Estamos sob uma verdadeira enxurrada de fotografias vindo das mais variadas redes sociais, e a grande maioria delas estão destinadas ao esquecimento depois de seu momento de glória em nossas timelines. Pesquisadores do MIT desenvolveram um algoritmo que, segundo eles, é capaz de dizer o quanto a sua foto é "memorável" ou se ela está fadada mesmo ao esquecimento.

O LaMem foi desenvolvido no Laboratório de Ciências da Computação e Inteligência Artificial (CSAIL) e foi capaz de definir se a foto seria lembrada por uma pessoa com 30% mais de precisão que os algoritmos existentes e foi capaz de bater a previsão feita por seres humanos. Você pode experimentar o software através desse link, e abaixo pode conferir algumas de nossas experiências. Aparentemente o software prefere o PC Baratinho a nós.

Nas redes sociais, especialmente em casos como o Instragram e Snapchat, as fotos são o principal conteúdo de valor, e o intuito dos pesquisadores é ajudar as pessoas a compreender o impacto das informações visuais para as pessoas. Os pesquisadores pretendem lançar um app que auxilie a pessoa a aumentar o nível de interesse que suas fotos despertam, ao mesmo tempo que os dados serão utilizados para refinar o algoritmo.

O algoritmo foi criado através de deep learning, com uma base de 60 mil imagens que foram usadas como referência. A base de dados foi alimentada com metadados sobre as fotos, como qualidade e popularidade das imagens, e dessa forma o software pode evoluir sua percepção de novas imagens. 

Apesar de não ser possível criar linhas definitivas sobre quais os elementos que aumenta ou diminuem o grau de interesse e memorização de imagens, os pesquisadores identificaram alguns padrões. Fotos onde estão pessoas e onde o rosto e outras partes do corpo são mais expostas costumam ser as mais lembradas, enquanto cenas compostas apenas por ambiente dificilmente ficam na memória de quem as viu.

{via}TechCrunch|http://techcrunch.com/2015/12/16/memnet/{/via} 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.