CADE aprova compartilhamento de rede 4G entre TIM, Oi e Vivo

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou sem restrição um acordo entre Tim, Vivo e Oi para compartilhamento de suas redes 4G. O contrato prevê cessão recíproca e onerosa de parcela limitada de suas infraestruturas, um movimento conhecido pelo jargão de "Ran Sharing". O acordo se refere a frequência de 2.5GHz, faixa adquirida por essas empresas para a prestação de serviço de banda larga móvel.

Com o compartilhamento de recursos, as empresas conseguem reduzir seus custos de investimento em infraestrutura, um ponto crítico para a prestação do serviço nessa tecnologia. Como está destacado no parecer do CADE:  "As requerentes declaram que ao vencer a licitação assumiram inúmeros compromissos de abrangência envolvendo a construção, operação e manutenção da rede necessária para cumprir tais obrigações, bem como para atender de forma adequada aos novos clientes da tecnologia 4G, implicando investimentos substanciais".

As operadoras estariam reclamando da dificuldade de implementar a rede LTE no país devido a dificuldades "urbanísticas e ambientais" na implantação de elementos como antenas. Com o acordo de compartilhamento, as operadoras irão assumir responsabilidades, dividindo a área de atuação de cada uma em regiões. As empresas afirmam que haverá completa independência na gestão de serviços e usuários, com cada empresa podendo manter diferentes estratégias comerciais e o compartilhamento das informações serão restritas a termos meramente técnicos. Dessa forma, o CADE acredita que não acontecerá uma prática anticompetitiva com a formação dessa cooperação.

{via}G1|http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/12/cade-aprova-acordo-para-compartilhamento-de-redes-4g.html{/via} 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.