Cientistas desenvolvem programa de capacidade cognitiva para robôs

A maneira como um humano aprende é, essencialmente, diferente da maneira como um robô pode aprender. Um humano pode ver um exemplo de objeto ou símbolo e associar rapidamente o significado e o formato dele com outras coisas similares, mas um computador apenas chega nas mesmas conclusões depois de estudar diversas variantes e tipos desses mesmos exemplo.

Essa "intuição" e assemelhação tão comum em nós não era algo natural nas inteligências artificias. Pelo menos, até agora.

Cientistas da Universidade de Nova Iorque desenvolveram um software que muda a eficiência cognitiva de uma máquina. O sistemas, chamado de “Bayesian Program Learning” (BPL), usa algorítimos que não apenas imita a maneira de como humanos aprendem mas também possibilita que os robôs recriem e desenhem símbolos assim como os humanos, o que torna os dois traços quase indiferenciáveis.

A  seguir um da Universidade, no qual um robô e um humano reproduziram o desenho de referência. O gabarito está no final da imagem. 

Por exemplo, a letra "A" de nosso alfabeto é representada por um código no alfabeto digital. Mas se, com essa tecnologia, uma máquina escreva de essa letra, ela logo saberá quais as sequências seguintes pelo poder de assimilar as letras do alfabeto.

Da mesma forma, se uma inteligência artificial souber o alfabeto latim, será muito mais fácil ela assimilar elementos do alfabeto grego (já que são elementos parecidos). 

{via}Mashable|http://mashable.com/2015/12/11/learning-computer-beats-turing-test/#WAifWLT4sqq4{/via}

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Qual vai ser o melhor game de abril de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.