Mark Zuckerberg defende usuários islâmicos e critica discurso de Donald Trump

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, se pronunciou e defendeu os muçulmanos, criticando a proposta do político Donald Trump de proibir a entrada de pessoas dessa religião no país. Mark postou na rede social um texto falando sobre o assunto, e mesmo não citando o nome de Trump, ele deixou subentendido que estava se pronunciando contra o discurso de ódio que aconteceu essa semana.

O CEO do Facebook também escreveu: "Se você for muçulmano nesta comunidade, como o líder do Facebook,, eu quero que você saiba que sempre será bem-vindo aqui e que nós iremos lutar para proteger seus direitos e criar um ambiente pacífico e seguro", concluiu.

I want to add my voice in support of Muslims in our community and around the world.After the Paris attacks and hate...

Posted by Mark Zuckerberg on Quarta, 9 de dezembro de 2015

Donald Trump quer falar com Bill Gates para fechar a internet e parar o Estado Islâmico 

Donald Trump é candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, e além de querer proibir pessoas muçulmanas de entrarem em seu país, ele ainda propôs o fim da internet.

"Nós temos que falar com Bill Gates e pessoas que entendam o que está acontecendo. Vamos conversar com eles e talvez fechar certas áreas da internet de algum jeito".
- Donald Trump, candidato à Presidência dos Estados Unidos

 {via}Época|http://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2015/12/mark-zuckerberg-defende-muculmanos-e-critica-trump.html{/via}

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

Qual o seu palpite para os preços dos consoles da próximo geração?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.