AMD anuncia FreeSync via HMDI, DisplayPorts 1.3 e linha Radeon com HDMI 2.0

O Grupo Radeon Technologies anunciou três novas mudanças para suas tecnologias gráficas, envolvendo a chegada das DisplayPorts 1.3, evolução da tecnologia High Dynamic Range (HDR) e a compatibilidade da tecnologia FreeSync com HMDI.

No início de 2016, a AMD vai disponibilizar a tecnologia FreeSync via HDMI para as versões passadas e futuras de HDMI. Além disso, o FreeSync estará disponível em todas as APUs e GPUs da empresa que já suportam essa tecnologia em DisplayPorts. A vantagem é que a maioria dos monitores (70% dos atuais) serão compatíveis com a tecnologia.

 

A empresa já está trabalhando juntamente com seus parceiros como a LG, Samsung e Acer para entregar monitores compatíveis com a tecnologia FreeSync na conexão HDMI. 40 modelos de monitores já foram despachados com as interfaces DisplayPort e HDMI.

- Continua após a publicidade -

O que é "tearing"? Como funciona o FreeSync da AMD? Respondemos neste vídeo!

Outra novidade da empresa foi o anúncio da tecnologia Low Framerate Compensation (LFC) que diminui a taxa mínima de frames por segundo compatível com monitores Freesync. Agora será possível jogar abaixo de 30 fps sem tearing. Esse software executa um algoritmo adaptativo na GPU e faz um monitoramento inteligente, onde sincronizações de quadro extras são inseridas.

Os novos monitores também terão compatibilidade com a High Dynamic Range (HDR), uma tecnologia capaz de renderizar melhor o brilho e as cores da tela. Com o HDR, as taxas de contraste podem se aproximar da sensibilidade visual da visão humana, tendo um espectro de cores que pode reproduzir mais de um bilhão de tons a 10 bits por cor.

- Continua após a publicidade -

 

Em 2016, as próximas GPUs Radeon da AMD irão oferecer conectividade com Display Port 1.3, que oferece uma maior largura de banda de transmissão global de 32,4 Gbit /s com o novo modo HBR3 com 8,1 Gbit /s por pista (acima de 5,4 Gbit / s com HBR2 na versão 1.2), num total de 25.92 Gbit/s.

 

Além disso, as GPUs Radeon também terão suporte ao HDMI 2.0. Isso permitirá que games possam ser jogados em 4k a 60hz.

Tags
amd
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.