Qualcomm é acusada de suborno e dumping contra adversárias na Europa

Sempre pronta para procurar irregularidades na maneira que as grandes empresas praticam métodos discutíveis no mercado, a Comissão Europeia tem agora em seu alvo a Qualcomm. O órgão acusa a maior fabricante de SoCs para Android do mundo de ter subornado outras empresas para usarem o seu hardware e ter praticado preços muito abaixo da tabela para quebrar adversários, prática conhecida como "dumping".

Cada uma das acusações é independente e a Qualcomm tem 3 meses para responder à suspeita de suborno, feita para uma empresa não divulgada. Para responder à acusação de "dumping", a Qualcomm tem um prazo de 4 meses. Neste caso foi revelada qual empresa teria sido prejudicada pela práticas da companhia norte-americana. A vítima teria sido a Icera, antiga fabricante europeia independente de chips que acabou sendo adquirida pela Nvidia.

A acusação oficial contra a Qualcomm feita pela Comissão Europeia vem pra concluir investigações que começaram e foram anunciadas em julho deste ano. Se for decidido que a empresa é culpada das ofensas, uma pesada multa pode estar no horizonte dela, 

{via}Engadget|http://www.engadget.com/2015/12/08/europe-vs-qualcomm/{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.