Análise de projetos no Kickstarter revela que 9% não entregam prêmios aos apoiadores

O Kickstarter é uma das plataformas mais fáceis para ajudar projetos a se tornarem reais, onde contribuidores escolhem suas recompensas e apostam numa ideia diferente. Em março, o Kickstarter convidou o professor Ethan Mollick da Universidade da Pensilvânia para analisar algumas questões do serviço de crowfunding. Desde março de 2015, Ethan analisou cerca de 500.000 projetos, e um dos resultados mais interessantes foi que, 9% das iniciativas falham em dar recompensas aos seus contribuidores.

Abaixo, as estatísticas da pesquisa:
9% dos projetos do Kickstarter falham em entregar recompensas
8% do dinheiro investido na plataforma é proveniente de projetos que fracassam
7% dos contribuidores não recebem as recompensas que escolheram
65% dos contribuidores reportaram que "a recompensa chegou no tempo estimado"

"Um a cada dez investidores de iniciativas acha que a mesma não terá sucesso", segundo o professor Ethan.

Os projetos que falham em ter sucesso somam 9% do total, e podem depender de acordo em qual categoria estão inseridos. Ao todo, os projetos são separados em 15 classes. Alguns projetos do tipo "Comics" e "Design" têm mais tendência de que investidores achem que aquilo pode não dar/ ou não deu certo.

Na tabela, Broad significa que pelo menos um colaborador acha que o projeto foi uma decepção. Middle significa que metade dos colaboradores concordam que o projeto não foi satisfatório, e Narrow mostra que todos usuários concordam que o projeto falhou.

Como por exemplo: Na categoria arte foram - hipoteticamente - analisados Y projetos. Desse número total, 10% desses projetos teve um investidor insatisfeito. Cerca de 9% dos projetos teve reclamações de metade de seus contribuidores. E aproximadamente 6% das iniciativas foram classificadas como "fracasso" por seus associados. 

Além disso, também foi listada uma tabela com o percentual dos projetos que falham. A maioria dos projetos que possuem meta menor que US$1.000 fracassa. As iniciativas com objetivo de arrecadar entre US$ 10.000 e US$ 50.000 são as que mais dão certo.

Aproximadamente 73% dos contribuidores de projetos que não deram certo afirmam que ainda pretendem investir em outras ideias. 19% das pessoas entrevistadas disse que não iria mais investir em iniciativas do mesmo criador do projeto que falhou anteriormente.

A tabela mostra um comparativo entre investidores que estiveram contentes com o projeto, satisfeitos de como o projeto evoluiu e quantas investiriam em outra iniciativa do mesmo criador.

{via}Kickstarter|https://www.kickstarter.com/fulfillment{/via}

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), fui estagiária do Adrenaline/Mundo Conectado entre 2015 e 2017. Gosto de jogos de luta (o que marcou minha infância foi Tekken 4) e MOBAs. Atualmente sou colaboradora de ambos sites e apareço de vez em quando em alguns vídeos e reviews dos canais.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.