Pesquisa aponta que mais crianças do Reino Unido preferem assistir Youtube do que TV

Uma pesquisa anual feita pela Ofcom no Reino Unido indicou que, pela primeira vez, mais jovens de 12 a 15 anos preferem assistir a vídeos no Youtube do que a TV.

De acordo com os dados levantados, 29% das crianças entrevistadas que assistem aos dois meios dão preferencia ao Youtube, enquanto 25% dão preferência para a convencional TV. A maioria do grupo, 45%, disse que gosta dos dois canais de comunicação e o restante não opinou.

A pesquisa mostrou uma evolução pelo gosto do Youtube no Reino Unido. No levantamento feito no ano passado, 30% dos jovens entre 12 e 15 anos preferiam a TV, enquanto o Youtube era o preferido de 25% dos participantes da pesquisa.

Apesar do crescimento do Youtube no país, a TV ainda é a fonte de informações verdadeiras preferida dos jovens. Segundo a Ofcom, 52% do grupo assiste a BBC para obter "informações verdadeiras e apuradas sobre as coisas que estão acontecendo no mundo", enquanto 8% dos entrevistados usa o Youtube para obter esse tipo de conteúdo.

Outro ponto interessante da pesquisa é que quase metade dos jovens do Reino Unido não sabe o que são anúncios no Youtube. Segundo os dados, 52% dos entrevistados sabe que os produtores de conteúdos ganham dinheiro por causa dos anúncios, enquanto 47% das crianças de 12 a 15 anos pensa que os youtubers são pagos pelas empresas para falar bem de produtos.

{via}Digital TV Europe|http://www.digitaltveurope.net/463562/ofcom-children-now-prefer-youtube-to-tv/{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você prefere?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.