Itens de bens de informática sem produção nacional têm imposto reduzido de 16% para 2%

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Governo Federal anunciou a redução de impostos de 134 produtos importados que não possuem produção nacional. Entre eles estão itens classificados como bens de informática e telecomunicações, que tiveram redução de tributos de 16% para 2%.

Eles incluem itens bem específicos, como por exemplo "conectores elétricos do tipo terminal de contato ou coaxial para montagem em placa de circuito impresso por tecnologia SMT". A tecnologia é utilizada para montar coisas como chips, resistores e capacitores em circuitos elétricos. A lista completa você confere no Diário Oficial da União.

De resto, também foram reduzidos impostos de bens de capital, que compõem a maior parte da lista. Esses bens incluem máquinas e equipamentos para indústrias. Os setores que mais se beneficiaram das reduções são: Petroquímico (42,07%); Automotivo (31,93%); Farmacêutico/ Químico (10,82%); Alimentício (4,93%); Mineração (1,62%); Bens de Capital (1,60%); Agronegócio (1,38%) e Gráfico (1,33%).

Vale lembrar que os impostos foram reduzidos no que se chama de regime de ex-tarifário. Trata-se de um mecanismo de estímulo ao investimento no setor de produção do país, que consiste numa redução temporária dos impostos de determinados bens de capital, informática e telecomunicações para 2%.

{via}G1|http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/10/governo-baixa-tributo-para-134-importados-sem-producao-nacional.html|MDIC do Governo Federal|http://www.mdic.gov.br/sitio/interna/noticia.php?area=1¬icia=14141{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Com o GeForce Now e o xCloud surgindo como opções, qual seu plano a médio prazo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.