VIA volta ao mercado e apresenta novo processador Isaiah II baseado na arquitetura x86

Um novo modelo de processador de arquitetura x86 vai entrar no mercado competitivo, mas ele não é produção da Intel ou da AMD, e sim da VIA. A empresa estava desaparecida do mercado por um tempo depois que as duas gigantes do segmento a "engoliram". O processador da VIA será com instruções em 64-bit com arquitetura x86, com codinome Isaiah II.

A Centaur Technologies, subsidiária da VIA, é a responsável pela produção da nova linha de processadores. O Isaiah II (C4650) é baseado na litografia de 28nm, suporta todos conjuntos de instruções AVX 2.0 e pode suportar praticamente qualquer aplicação moderna.

Nova linha de processadores Embedded Série R traz até 25% mais desempenho no uso intensivo da CPU

Em 2003 a Intel concedeu para a VIA uma licença de dez anos da arquitetura x86, e é claro, essa licença expirou em 2013. No entanto, a própria Intel incluiu um período de carência de mais três anos, no qual poderia haver negociações para renovar o contrato. E mesmo estando perto de 2016, o estado atual do acordo entre as duas empresas ainda é desconhecido.

O CNEWS.CZ forneceu alguns benchmarcks, e atualmente a VIA não lista esses processadores em seu site. Mas tudo indica que estes produtos podem ser uma parte da nova família de processadores Nano da empresa.

- Continua após a publicidade -


Apesar do C4650 da VIA conseguir competir com os produtos de entrada da Intel e AMD, o que ainda pode deixá-la atrás no mercado são seus custos se comparados com os da concorrência. Até "desaparecer" do mercado - tanto que nossa última notícia da empresa foi há dois anos -, a VIA produzia processadores de 40nm, algo bastante antigo para os dias atuais, já que a tendência da indústria é partir para a estrutura de transistores em 16 e 14 nanômetros FinFet.

{via}Wccf Tech|http://wccftech.com/via-28nm-c4650-x86-quad-core-processor-benchmarks/{/via} 

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.