Racistas promovem boicote ao novo Star Wars no Twitter e conseguem chegar aos "assuntos do momento"

Finalmente chegamos ao dia 21 de outubro de 2015, data em que Marty McFly chegava no que ele julgava ser "o futuro" e a internet está enlouquecida por isso. Apesar dos avanços que conquistamos, porém, o racismo segue existindo e envergonhando. E é claro que Star Wars: The Force Awakens, com um protagonista negro, não iria escapar de uma tentativa de boicote pelo Twitter.

O site Vox está relatando como um pequeno grupo de racistas se organizou e conseguiu fazer a hashtag #BoycottStarWarsVII chegar aos "assuntos do momento", ou seja, o "trending topics" da rede de mensagens rápidas. Mas não foi com mensagens de ódio que a hashtag se popularizou, pelo contrário. Foi com muitas pessoas se posicionando contra e ridicularizando a existência de uma tentativa de boicote ao filme por puro racismo.

Enquanto isso pode parecer motivo de frustração para os "trolls", o que acontece, na verdade, é o contrário. No melhor exemplo do "falem mal, mas falem de mim", os racistas que organizaram a hashtag estão satisfeitos de alcançarem os assuntos do momento, independentemente do teor das mensagens.

 

 

- Continua após a publicidade -

Nesses casos, como explicado pelo próprio Vox, o melhor a se fazer é não alimentar os trolls. Ao ver um tweet racista, ou disseminando qualquer tipo de ódio, que lhe ofenda, não promova ainda mais sua hashtag ao criticá-la, o melhor mesmo é denunciar e ignorar gente que só quer promover o ódio e a violência.

{via}Vox|http://www.vox.com/2015/10/19/9571309/star-wars-boycott{/via} 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.