Microsoft oferece gratuitamente cursos básicos de programação para crianças e jovens

Uma das (várias) defasagens na educação de crianças e jovens no país é o pouco acesso ao ensino de linguagem de programação, passo fundamental se queremos um dia sair de um país que só consome tecnologia para um país que a desenvolve. É para tentar ajudar a reverter essa situação que a Microsoft promove a 2ª edição da campanha #EuPossoProgramar, que tem objetivo incentivar crianças e jovens de 12 a 25 anos a fazerem cursos de programação gratuitos durante a Semana do Código. Os conteúdos estão disponíveis no site www.eupossoprogramar.com e estimulam o desenvolvimento do raciocínio lógico, a habilidade na resolução de problemas e a criatividade, alavancando inovação e oportunidades de empregabilidade e empreendedorismo.

A linguagem de código é universal e pode dar início a inúmeras carreiras e não apenas na área de tecnologia. Iniciativas como a Eu Posso Programar têm intuito de universalizar o acesso a codificação e permitir que qualquer pessoa construa o seu primeiro aplicativo em apenas 10 minutos, por exemplo.

O conteúdo de nome Hora do Código utiliza a linguagem de blocos para ensinar a programar por meio de dois cursos – Angry Birds e Ana e Elsa de Frozen, nos quais as crianças aprendem os fundamentos básicos de informática e os conceitos utilizados para fazer aplicativos. A proposta do Angry Bird, por exemplo, é fazer o personagem percorrer um labirinto para bater no porco verde. Já programar com a Ana e Elsa de Frozen permite que os pequenos criem flocos de neve e uma paisagem congelante para compartilhar com os amigos.

Clube que ensina programação para crianças lança campanha de crowdfunding no Brasil

Ambos os cursos usam dos personagens carismáticos e explicações bem didáticas para facilitar o acesso dos jovens aos conceitos básicos.

Os demais conteúdos do programa são: o Aprendendo a Programar, que consiste em vídeo-aulas didáticas e o Crie seu Jogo para Kinect, que adota a linguagem em blocos Scratch para criar jogos para Kinect. Todos os cursos são gratuitos e oferecem certificado on-line.

  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O quanto você valoriza a localização de um game?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.