Governo da China estaria hackeando empresas dos EUA mesmo após tratado de paz virtual

Pesquisadores da firma de segurança CrowdStrike estão acusando o governo da China de tentar hackear empresas dos EUA, menos de um mês depois dos líderes dos dois países assinarem um tratado na tentativa de evitar uma "guerra virtual". Hackers associados ao governo chinês teriam tentado invadir os sistemas de ao menos 7 empresas americanas, com o objetivo de ganhar vantagens comerciais.

Os profissionais da CrowdStrike alegaram que o software que eles instalaram em computadores e 7 empresas de tecnologia e 2 farmacêuticas detectaram e repeliram ataques vindos da China, que teriam iniciado no dia 26 de setembro. O co-fundador da firma de segurança, Dmitri Alperovitch, disse acreditar que que os hackers estão associados com o governo do país oriental.

Para essa afirmação, ele se baseou nos servidores e nos softwares que os hackers utilizaram para o ataque, além de algumas outras informações. "Os benefícios primários da intrusão parecem estar claramente alinhados ao objetivo de facilitar o roubo de propriedade intelectual e de segredos comerciais", disse Alperovitch.

A porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Cina, Hua Chunying, afirmou que o governo chinês se opõe a todas as formas de hackear ou roubar segredos comerciais. "Ataques virtuais por parte de hackers são marcados pela sua natureza secreta e transfronteiriça", disse a porta-voz.

{via}Reuters|http://www.reuters.com/article/2015/10/20/us-usa-china-cybersecurity-idUSKCN0SD0AT20151020|Engadget|http://www.engadget.com/2015/10/19/china-accused-hacking/{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.