Facebook começa a testar a opção curtir com emoções, como amor, tristeza, espanto

Mark Zuckerberg está prometendo há um bom tempo que vai adicionar novas formas de interagir dentro do Facebook, e agora a rede social começou a testar novos jeitos de dar um like nas postagens.

Como uma patente registrada pelo Facebook no mês passado mostrava, a rede social vai permitir, em breve, curtir as publicações com emoções, como amor, espanto, alegria e tristeza. Essa foi uma boa alternativa da rede social para expressar sentimentos, como empatia e tristeza, sem precisar do botão dislike, que com certeza causaria muitas tretas dentro da rede social.

O novo método de curtir estará disponível para a versão desktop e mobile do Facebook. Os novos botões de expressão aparecem quando o usuário vai curtir algum post no mobile, ou passa o mouse em cima do curtir na versão para PC, mostrando as opções de sentimentos abaixo:

Por enquanto, o sistema com emojis emocionais na hora de curtir só está disponível na Espanha e Irlanda. A nova funcionalidade será testada nos dos países até que todas as melhorias e correções sejam feitas. De acordo com o Facebook, os dois países possuem uma comunidade de usuários bem fechada, sem muitas relações com extrangeiros, o que seria essencial para testar a nova ferramenta.

- Continua após a publicidade -

Ainda não existe uma data prevista para a ferramenta ser liberada para todos os usuários da rede social, mas se os testes correrem bem, possivelmente poderemos curtir usando emojis em breve.

{via}TechCrunch|http://techcrunch.com/2015/10/08/with-reactions-facebook-supercharges-the-like-button-with-6-empathetic-emoji/?ncid=rss{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Em um remake, você quer:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.