Na batalha contra ad-block, Apple e Facebook, Google revela projeto AMP

Em conjunto com uma série de empresas de mídia e tecnologia, a Google revelou o projeto Accelerated Mobile Pages (AMP), que tem o objetivo de melhorar radicalmente a velocidade de carregamento das páginas da internet em smartphones. A ideia é simplificar a estrutura das páginas mobile, além de aproximar fisicamente e virtualmente os dados que serão entregues aos usuários.

Entre os parceiros para essa primeira fase de implantação estão grandes veículos de comunicação como The Guardian (Inglaterra), Les Echos (França), El Pais (Espanha) e Daily Mail (EUA). No Brasil, as empresas escolhidas são Abril, Editora Globo, Folha de S. Paulo e Uol. Apesar disso, o código do AMP será público, o que permite que qualquer empresa ou organização o utilize para suas próprias necessidades.

Segundo a Richard Gingras, chefe de produtos noticiosos da Google, as novas páginas não serão privilegiadas diretamente nas buscas na ferramente de pesquisas da empresa. Mesmo assim, elas definitivamente serão priorizadas de maneira indireta, pois o site dá mais visibilidade a páginas que carregam mais rapidamente.

Mas como a iniciativa combate o uso de ad-block? Um dos principais motivos que levam os usuários a bloquearem publicidade são o quanto elas atrapalham o tempo de carregamento de certas páginas. Com isso, muitos usuários utilizam o modo padrão desses aplicativos e bloqueaim propagandas em todos os sites, afetando a principal maneira de remuneração de muitos deles.

A Google não divulgou exatamente como o AMP vai especificamente combater o uso do ad-block, mas o chefe de estratégia do Guardian, Tony Danker, acredita que a adoção em massa do projeto seria uma boa saída para isso.

Apesar da Google negar, muitos avaliam o AMP como uma resposta a Facebook Instant Articles e Apple News, que possuem suas próprias regras de como as notícias, reportagens e propagandas serão exibidas ao usuários. Ambos os serviços permitem que veículos de mídia publiquem conteúdos diretamente nas respectivas plataformas, com o objetivo de acelerar o tempo de carregamento.

- Continua após a publicidade -

O projeto está em estágio inicial, mas a Google pretende que ele esteja pronto para ser lançado já no ano que vem. Ele será compatível com todos os navegadores e aplicativos Web. Twitter, Pinterest, Wordpress, Adobe e LinkedIn são alguns dos outros parceiros dessa fase inicial.

{via}Guardian|http://www.theguardian.com/media/2015/oct/07/google-accelerated-mobile-pages-ad-blocking-facebook-apple|Folha de S. Paulo|http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/10/1691150-google-lanca-projeto-com-empresas-de-midia-para-acelerar-internet-movel.shtml{/via} 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.