Usuários do Popcorn Time estão recebendo cartas em suas casas que cobram US$320 por ver um filme

Alguns usuários escandinavos do popular de serviço de streaming de filmes e Popcorn Time estão tendo problemas depois de baixar a produção de Michael Douglas: "Amor de Vizinha". Agora, todos na Escandinávia que assistiram ao filme estão recebendo cartas em suas casas que contém uma exigência: US$320 por baixarem o filme de Michael Douglas.

Com milhões de usuários em diversos países, não é a primeira vez que o "Netflix pirata" é foco de Hollywood. Há um tempo atrás, o estúdio Voltage Pictures já fez alglo parecido com usuários que assistiram ao filme "Clube de Compras Dallas".

Criador do Popcorn Time: "o dia que acabarem com as travas por região, acabam com o Popcorn Time"

Isso acontece através de um software que pode identificar os dados do usuário que acessou um filme específico, e as cartas estão sendo emitidas pelo departamento de regulamentação Opus Law junto à distribuidora dinamarquesa Scanbox Entertainment. As cartas vêm com um aviso que está cobrando em média US$ 320.

"É claro que nós não começamos o caso com a intenção de acabar em tribunal, mas ao mesmo tempo também é claro que estamos confrontando um caso em que não podemos concordar, então precisaremos ir ao tribunal."
- Opus advogado Niels Hald, advogado da Opus Law

- Continua após a publicidade -

O advogado também justificou que o preço de 320 dólares é razoável, já que "quando você distribui um filme através do Popcorn Time ele chega num círculo muito maior de pessoas, sendo assim, os danos (de direitos autorais) são ainda muito maiores". Se o Popcorn Time chegar a ser bloqueado na Dinamarca, não seria a primeira vez que o serviço é retirado do ar em um país. Ele já foi vetado no Reino Unido após uma ação legal dos estúdios de Hollywood.

{via}Torrent Freak|https://torrentfreak.com/popcorn-time-users-fined-over-michael-douglas-movie-150926/{/via} 

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.