John McAfee, criador do antivírus McAfee, quer concorrer à presidência dos EUA em 2016

John McAfee, o criador do antivírus que leva seu sobrenome, é uma figura icônica da internet. Depois que a Intel comprou o sistema de antivírus, o caricata e bilionário rodou o mundo fugindo de uma suspeita de assassinato e agora declarou que irá concorrer à presidência dos Estados Unidos em 2016. 

Tudo começou ontem, quando John McAfee disse através de um tweet que faria um "anúncio oficial" e, hoje de manhã, revelou que iria concorrer à presidência ano que vem. Em uma entrevista à Wired, ele afirmou que ainda não estava completamente decidido sobre se deve ou não ser um candidato. "É claro que a liderança de nosso país é analfabeta na tecnologia fundamental, que é a ciência cyber, nossos smartphones, o nosso hardware militar, nossas comunicações [...]", disse a McAfee para Wired sobre o governo atual. Segundo a entrevista, John, que hoje tem 70 anos, irá fundar seu próprio partido.

Um resumo de sua história:
Depois de se aposentar, o empresário John McAfee desapareceu em novembro de 2012, quando seu vizinho, Gregory Faull, foi encontrado morto com um tiro na cabeça na ilha de Ambergris Caye, em Belize. Enquanto estava foragido por ser o principal suspeito do assassinato, um dos membros da revista Vice foi entrevistar John. O jornalista da revista publicou uma foto feita com um iPhone 4S, que incluia automaticamente os dados de geolocalização. Assim, foi revelado sem querer que McAfee estava na Guatemala.

- Continua após a publicidade -

Ao que parece, John foi preso pelas autoridades da Guatemala e "fingiu" um ataque cardíaco. Naquela época havia rumores de que a Intel iria abandonar sua parceria com a McAfee, pois ninguém queria sua marca associada a um "velho paranoico usuário de drogas que sai com meninas de 20 anos e cujos vizinhos morrem com balas na nuca."

Ele gosta de armas, mulheres e drogas. E daí?

Segundo testemunhas, o vizinho assassinado reclamava do barulho que o cachorro de John fazia

- Continua após a publicidade -

Depois de ser deportado, o bilionário revelou em uma entrevista que estava criando um gadget chamado "D-Central" que não poderia ser acessado por agências governamentais. Logo depois lançou o Chadder, um app de mensagens instantâneas anti-espionagem.

John fundou a famosa empresa de antivírus em 1987 e se mudou para Belize em 2008, depois de se aposentar. A McAfee foi vendida para a Intel em agosto de 2010 por cerca de US$ 7,7 bilhões. 

{via}Engadget|http://www.engadget.com/2015/09/08/john-mcafee-2016-presidential-run/{/via}

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.