Entenda as vantagens que o Windows 10 traz para seus pen drives e SSDs

PUBLIEDITORIAL

Já se passou quase um mês desde que a Microsoft começou a liberar o download do Windows 10, o que significa que uma boa quantidade de usuários já possui o sistema. Foram 75 milhões de downloads até agora, ou 5,7%, de acordo com a companhia de análise StatCounter. Mesmo assim, isso também quer dizer que ainda existem muitos usuários aguardando para baixar o sistema.

Mas o que muitos usuários não sabem é que o mais recente sistema da Microsoft traz otimizações específicas para diversos dispositivos, entre eles pen drives e SSDs. Esse tipo de mudança são é nada muito absurdo, mas costuma conter pequenas otimizações que melhoram o desempenho e a experiência de uso.

No caso dos pen drives, os benefícios estão especificamente nas novidades da conexão USB 3.1 Tipo C. O Windows 10 é o primeiro sistema operacional da Microsoft a trazer suporte total a todos os recursos desse conector.

Um desses recursos chama-se SuperSpeedPlus. Ele permite velocidades incríveis, de até 10 Gbps, mas ainda assim mantendo uma boa eficiência de codificação de dados. Com isso, é possível obter o dobro da taxa de transferência de dados de padrões anteriores. No Windows 10, os drivers do USB 2.0 e do USB 3.0 foram melhorados para suportar dispositivos USB 3.1 que operem nessas velocidades.

- Continua após a publicidade -

Os desenvolvedores também ganharam a possibilidade de criar drivers universais para periféricos USB que rodam em todos os dispositivos com Windows 10, sejam eles de Internet das Coisas ou até servidores.

Um exemplo de pen drive com esse conector é o DataTraveler MicroDuo 3C da Kingston. Ele é o que se chama de dispositivo de dupla interface, pois traz tanto um conector USB 3.1 do tipo A quanto um outro do tipo C. O pen drive é vendido em capacidades de até 64 GB, e é compatível com smartphones, tablets, PCs e Macs. As velocidades são de até 100 MB/s para gravação e 15 MB/s para leitura.

Além disso, o Windows 10 trouxe suporte a um outro recurso do USB 3.1 tipo C, o Dual-Role. Ele permite que o sistema defina se o aparelho vai se comportar como um dispositivo USB ou como um host USB. Isso quer dizer que é possível usar periféricos como pen drives, teclados e mouses com um smartphone, por exemplo – caso ele tenha Windows 10 instalado. Outro requisito é que esses periféricos suportem o USB Dual Role.

Só que não são apenas os pen drives que ganharam com a chegada do novo sistema da Microsoft. Os SSDs também ganharam leves vantagens com o Windows 10. São melhorias na usabilidade e no gerenciamento de recurso por parte das unidades do tipo.

- Continua após a publicidade -

A primeira delas é que o recurso chamado Trim está mais prontamente disponível. Essa é uma função do sistema operacional, que auxilia o SSD a gerenciar os espaços que contêm dados que foram deletados ou invalidados. A função agora está disponível no menu Ferramentas Administrativas, num recurso chamado "Desfragmentar e Otimizar Unidades".

A função otimizar permite que o usuário execute o "Trim" numa programação pré-determinada ou na base de "apontar e clicar".  O sistema também não vai permitir que você desfragmente seu SSD, o que é uma boa notícia, já que fazer isso aumenta o desgaste da unidade.

Essas pequenas mudanças significam que SSDs funcionam de maneira mais rápida e com menor desgaste no Windows 10. Entre os beneficiados estão alguns produtos da HyperX. Eles incluem os SSDs da linha Savage e o HyperX Predator PCIe.

Tags
  • Redator: Redação

    Redação

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.