Empresa por trás do Ashley Madison oferece recompensa para pegar os hackers do Impact Team

A falha de segurança no Ashley Madison que resultou no vazamento dos dados pessoais de mais de 30 milhões de pessoas procurando por relacionamentos fora de seus casamentos vai continuar dando o que falar. Em face dos problemas causados pela sua falta de segurança, a Avid Life Media, empresa dona do site, está oferecendo 500.000 dólares canadenses (R$ 1,33 milhão) por informações que levem à prisão dos hackers responsáveis pelo roubo das informações, o Impact Team.

A situação do vazamento dos dados dos usuários se agravou agora que há pelo menos dois suicídios onde se suspeita terem sido motivados pelo ocorrido. A oferta da recompensa é a esperança da empresa de não só renovar a confiança no seu serviço, mas também de tentar provar que crimes virtuais podem ter consequências na vida real para os criminosos. Isso porque, costumeiramente, enquanto hackers geralmente têm um cuidado especial em esconder seus vestígios online, eles não costumam ter a mesma cautela no "mundo real", onde não raro os criminosos se gabam de seus feitos para parentes e amigos, como afirma Stephen Cobb, um pesquisador de segurança na companhia de antivírus ESET

Como bem lembra o CNET, em 2011 a Microsoft ofereceu US$ 250.000 para capturar o grupo por trás do Rustock, uma rede que se acreditava ser responsável por 40% do spam mundial na época. Junto com o FBI, a empresa teve sucesso em desmantelar o grupo no mesmo ano. 

{via}CNET|http://www.cnet.com/news/ashley-madison-puts-bounty-on-hackers-heads/{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.