Vulnerabilidade de segurança é encontrada em processadores Intel x86 mais antigos

Durante a conferência Black Hat, evento voltado para segurança na informática, o pesquisador Christopher Domas revelou uma vulnerabilidade que afeta todos os processadores Intel de arquitetura x86 mais antigos e só pode ser resolvida com a troca do chip.

Segundo Domas, a falha de projeto também pode afetar processadores AMD e todos os modelos Intel em arquitetura x86 lançados antes de 2010. A falha permite instalar um software malicioso conhecido como Rootkit em um espaço protegido do chip, chamado System Management Mode (SMM).

O pesquisador informou que o Rootkit pode ser usado para infectar o sistema de diversas formas, como limpar a Interface Unificada de Firmware Extensível ou remover a BIOS. O software malicioso também consegue infectar o computador novamente após uma instalação limpa do sistema operacional. Para explorar a vulnerabilidade, o invasor precisa ter privilégios de administrador ou acesso ao kernel, o que torna o processo mais difícil.

O pesquisador ainda não fez testes com os processadores x86 da AMD, mas acredita que os chips também podem estar vulneráveis. A Intel já ciente do problema e está trabalhando em firmwares que consigam resolver o problema. A solução deve estar disponível nos próximos dias.

{via}Neowin|http://www.neowin.net/news/security-vulnerability-found-in-old-intel-x86-chips{/via}

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.