LG vai investir mais de US$ 900 milhões para começar produção em massa de telas OLED "flexíveis"

A LG anunciou hoje o investimento de KRW 1,05 trilhão (won da Coreia do Sul), o que dá aproximadamente US$ 908 milhões, na construção de fábricas especializadas na produção de telas OLED flexíveis, como a que está presente no G Flex 2. A companhia afirma que o público mostrou interesse por esse formato e este é um segmento do mercado ainda não muito explorado. O objetivo é começar uma produção em massa de displays com essa tecnologia no primeiro semestre de 2017.

A fábrica não vai se focar somente na produção de telas flexíveis para smartphones, uma vez que a LG cita também "displays grandes" como os presentes em suas televisões e monitores OLED. Para justificar seu investimento, a empresa cita uma pesquisa realizada pela IHS DisplaySearch, que afirma que o mercado de telas OLED flexíveis vai saltar dos US$ 3,5 bilhões deste ano para US$ 4,8 bilhões até 2021. A LG, sendo uma das únicas a oferecer as telas curvadas (acompanhada apenas pela Samsung, em menor escala), quer se firmar como a principal fornecedora de aparelhos com essa característica. 

{via}LG | http://www.lgdisplay.com/eng/prcenter/newsView?articleMgtNo=4924{/via} 

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
lg
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.