80 países farão acordo para reduzir tarifas de videogames e eletrônicos, mas Brasil não é um deles

Até o final desta semana, 80 países deverão assinar um acordo comercial que vai eliminar as tarifas de importação para cerca de 200 produtos eletrônicos e de tecnologia, incluindo videogames e semicondutores. A parte ruim da notícia é que o Brasil decidiu ficar de fora do acordo.

Os países que assinarão o tratado representam 97% do comércio mundial de produtos, e incluem nações como Estados Unidos, China e Coreia do Sul, assim como a União Europeia. Essa é a primeira grande negociação na Organização Mundial do Comércio (OMC) relacionada a corte de tarifas nos últimos 18 anos.

"Estamos muito otimistas de que chegaremos a um acordo bem-sucedido no final da próxima semana", avaliou o diretor-geral da OMC, Roberto Azevêdo, que é brasileiro. "Temos a base para um acordo", publicou, em sua conta oficial no Twitter.

Já o presidente da AEB (Associação de Comércio Exterior do Brasil), José Augusto de Castro, defende que o Brasil está se isolando do comércio internacional. "Ou nos integramos ao mundo, ou o Brasil ficará cada vez mais à parte", analisa.

{via}Folha de S. Paulo|http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/07/1657798-acordo-eliminara-tarifa-de-eletronicos-em-80-paises-brasil-esta-fora.shtml{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.