Novos drivers AMD Catalyst 15.7 permitem CrossFire entre Radeon R9 390X e R9 290X

A AMD liberou ontem os drivers Catalyst 15.7, trazendo uma série de novidades, com destaque a suporte ao Windows 10 Technical Preview – e, por extensão, ao DirectX 12. Mas o que não estava nas anotações da atualização é que ela adiciona uma nova possibilidade de CrossFire.

De acordo com o site Videocardz, os novos drivers adicionam suporte ao CrossFire entre as placas de vídeo Radeon R9 390X e Radeon R9 290X. Isso só foi possível porque o chip Grenada XT da R9 390X é baseado no chip Hawaii XT usado na R9 290X.

Claro que há certas diferenças entre as duas, como na memória de vídeo (8 GB GDDR5 na 390X contra 4 GB GDDR5 da 290X) ou o clock dos modelos de referência (1050 MHz da 390X contra 1000 MHz da 290X), mas isso não afeta o processo. Confira abaixo imagens tiradas do programas 3DMark e GPUz, que mostram as duas placas em conjunto.

  

Além do suporte a Windows 10, o Catalyst 15.7 traz suporte aos novos recursos da AMD, como Virtual Super Resolution (VSR), FRTC (Frame Rate Target Control) e AMD Freesync. Os novos drivers também oferecem suporte às novas placas da fabricante, das séries Fury e R9 300.

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.