Membro de 17 anos do Lizard Squad é condenado por 50 mil crimes virtuais, mas não será preso

O membro do Lizard Squad, Julius "zeekill" Kivimaki, foi condenado por um tribunal da Finlândia por cometer 50,7 mil crimes virtuais. De acordo com o jornal finlandês Kaleva, ele recebeu uma pena de dois anos de prisão com suspensão condicional. Isso significa que, ao invés de ser preso, ele precisará prestar serviços comunitários.

No caso específico de Kivimaki, ele foi "ordenado a lutar contra o cibercrime", segundo informações da mídia finlandesa. As acusações contra o jovem incluíam violação de dados confidenciais, fraude de pagamentos, assédio através de meios de telecomunicação e outros crimes relacionados a fraudes e violação de segredos de companhias.

Kivimaki contribuiu com os grandes ataques DDoS contra a Xbox Live e a PlayStation Network, que aconteceram no final de 2014. O Lizard Squad assumiu a autoria dos ataques, que só parou depois de uma curiosa negociação com Kim Dotcom, o criador do site Megaupload.

Confira abaixo uma entrevista que Kivimaki concedeu para a rede de TV inglesa Sky News. Na época, ele se identificou como "Ryan". 

Depois da condenação do finlandês, o perfil do Lizard Squad no Twitter continuou com tom desafiador em relação com as autoridades. "Todas as pessoas que disseram que a gente iria apodrecer na prisão não querem compreender o que a gente tem dito desde o começo: nós temos passes livres", diz um post, publicado hoje.

- Continua após a publicidade -

{via}Daily Dot|http://www.dailydot.com/crime/lizard-squad-indicted-julius-kivimaki/?tw=dd|Business Insider|http://www.businessinsider.com/finnish-court-convicts-lizard-squad-hacker-julius-kivimaki-2015-7|Eurogamer|http://www.eurogamer.net/articles/2015-07-08-lizard-squad-hacker-who-helped-bring-down-psn-and-xbox-live-at-christmas-avoids-jail{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.