Ranking mostra quais os anti-vírus que deixam seu PC mais lento

Softwares de segurança já foram bastante cruéis com o desempenho dos computadores. Seja por melhores otimizações, ou porque os PCs deram uma melhorada na performance, e hoje não costumam massacrar os recursos do seu sistema. Ainda assim, um pouco de sua RAM, performance dos HDs e poder de processamento sempre são consumidos entre um escaneamento atrás de malwares.

O AV Comparatives, uma organização independente que realiza testes com os softwares de segurança, publicou um ranking de consumo de recursos do sistema, medindo o impacto que cada suíte de segurança representa ao desempenho de seu computador.

Os destaques foram o Avast e o Emsisoft, dois softwares que representaram pouquíssimo impacto ao desempenho do sistema. na sequência vem dois outros softwares populares: Avira e o Kaspersky

Como referência, foi usado um sistema Intel Core i5 com o sistema Windows 8 64-bit. Foi rodado um teste com o PC Mark 8 com todas as soluções de segurança desabilitados (inclusive o Windows Defender), e o placar utilizado como referência. O placar deve ser entendido como porcentagem: com o Avast atuando, o computador conseguiu 97.9% do desempenho que possuía sem nenhum software de segurança atuando. Além do PC Mark 8, foram realizados testes de transferências de arquivos e instalação e execução de aplicativos, com resultados condensados no AV-C Score.

- Continua após a publicidade -

 No segundo gráfico, foram posicionados as suítes de segurança basedos no impacto no sistema. A linha pontilhada demarca o funcionamento do sistema "como saiu da caixa", ou seja, com apenas o Windows Defender em ação. Desabilitando o aplicativo padrão do sistema, e utilizando sofwares de terceiros, é possível notar que a maioria dos anti-vírus impactam menos na performance do sistema do que o próprio programa da Microsoft.

{via}Hexus|http://hexus.net/tech/news/software/84482-impact-security-software-system-performance-investigated/{/via} 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.