Samsung e Oppo são processadas por utilizarem muitos bloatwares em seus aparelhos

O uso excessivo de aplicativos pré-instalados, e na maioria das vezes inúteis, levou a uma ação judicial movida na China contra a Samsung e a Oppo. A Comissão de Proteção e Direitos do Consumidor de Xangai processou as duas companhias por causa dos bloatwares, que ocupam boa parte do espaço nos smartphones. A ação veio após inúmeros clientes reclamarem dos produtos das duas companhias.

No lado da Samsung, o Touchwiz e alguns apps de próprios da empresa foram acusados de ocupar espaço desnecessário no dispositivo. O aparelho que recebeu mais reclamações foi o Galaxy Note 3, que vem com nada menos que 33 aplicativos pré-instalados na China. Para a Oppo, o alvo das reclamações foi o Find 7a, que consegue ser ainda pior que o Note 3 da Samsung e carrega 71 aplicativos pré-instalados.

Depois de uma pesquisa utilizando 20 smartphones para jogar, utilizar funções básicas e fazer compras, alguns aplicativos também foram acusados de roubar informações salvas no dispositivo. Em alguns casos, como no do Galaxy Note 4, os apps da empresa chinesa Baidu vem pré-instalados no aparelho para substituir serviços do Google e não podem ser retirados.

A Samsung e a Oppo tem 15 dias para entrar com uma defesa contra o processo, depois desse tempo, uma data para o julgamento será anunciada.

- Continua após a publicidade -

{via}Android Authrority|http://www.androidauthority.com/samsung-and-oppo-china-bloatware-622350/{/via}

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Escolha um lado:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.