Carros autônomos da Google se envolvem em mais 2 acidentes, ambos culpa de humanos

Os carros autônomos da Google continuam se envolvendo em acidentes: no mês passado, foram duas batidas de trânsito com participação dos veículos Lexus sem motorista que a empresa colocou para rodar na Califórnia. Porém, como vem acontecendo, em nenhuma delas os carros da Google tiveram culpa. Todos ocorreram por falha humana.

As situações em que ambos os acidentes aconteceram evidenciam bem como os modelos autônomos não tiveram a menor culpa. No primeiro, o Lexus da Google estava parado num sinal vermelho na California St. quando um outro carro bateu na sua traseira. Porém, a batida foi leve e ninguém se machucou.

No outro, o Google Lexus também estava na California St. e também ficou parado num sinal vermelho. Só que este estava numa faixa de trânsito que poderia exclusivamente seguir em frente. O sinal para virar à esquerda abriu e o carro que estava parado atrás do veículo autônomo acelerou. O problema é que a sinaleira para quem deveria seguir reto ainda estava fechada. Com isso, este veículo acertou o Lexus da Google. Novamente, ninguém se machucou.

Em maio, a empresa divulgou que seus veículos autônomos se envolveram em 11 acidentes desde que começaram a circular nas ruas, há 6 anos. Em nenhum deles os carros da Google foram culpados. Na época, eles haviam percorrido um total de 2,7 milhões de quilômetros.

{via}Venture Beat|http://venturebeat.com/2015/06/03/googles-self-driving-cars-have-driven-over-1-million-miles/{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Escolha sua arma:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.