Google vai aceitar pedidos para remover "Revenge Porn" e "caiu na rede" dos seus resultados de busca

A Google informou, por meio de um post em seu blog de políticas públicas, que finalmente vai começar a aceitar pedidos de remoção de resultados que trazem links para "revenge porn" e "caiu na rede" em suas buscas. Segundo o texto, um formulário online vai ser disponibilizado nas próximas semanas pra vítimas desse tipo de conteúdo poderem fazer seus pedidos de remoção.

Amit Singhal, vice-presidente sênior do buscador da Google e autor do post, informa no texto que a empresa tem como objetivo "refletir toda a web". Mas esse tipo de conteúdo é extremamente pessoal e pode ser emocionalmente danoso, uma vez que ele é usado para degradar e humilhar suas vítimas, comumente mulheres. Apesar de Singhal destacar o aspecto "emocionalmente" prejudicial para o "revenge porn", esse tipo de "vingança" tem características fisicamente danosas mesmo, uma vez que, infelizmente, não raro eles resultam no suicídio de suas vítimas. 

Apesar da iniciativa da Google ser bem-vinda, ela não foi muito ágil em ser implementada. A empresa já tem uma política para pedidos de remoção de conteúdo sensível, como o vazamento de contas bancárias e assinaturas. A existência do "revenge porn" e "caiu na rede" é absurda, mas não é nova, e a Google finalmente resolveu fazer sua parte.

{via}Google Blog | http://googlepublicpolicy.blogspot.com.br/2015/06/revenge-porn-and-search.html{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.