Motoristas do Uber são considerados funcionários da empresa por Comissão de Trabalho da Califórnia

Pra quem não sabe, Uber é um aplicativo que oferece serviços de motoristas particulares, como um táxi convencional. A partir de uma reivindicação de uma motorista de São Francisco, a Comissão de Trabalho da Califórnia decidiu que os motoristas do Uber devem ser considerados como funcionários da companhia, pois a empresa monitora seus índices de aprovação e encerra seu cadastro se a média de aprovação ficar abaixo de 4,6 estrelas.

Apesar da empresa ter alegado que são motoristas independentes e que o Uber é só uma plataforma, a decisão da comissão não foi alterada. O aplicativo já possui mais de um milhão de motoristas cadastrados e, com a decisão, a companhia pode sofrer com custos elevados, incluindo previdência social, compensação de trabalhadores e seguro desemprego.

No Brasil
Em abril desse ano, taxistas de várias cidades do país fizeram uma manifestação contra o Uber, alegando que clandestinos estariam "roubando o mercado" dos taxistas regulamentados através do aplicativo. Em maio, o app foi suspenso mas depois a ação foi extinguida e o Uber pode operar normalmente.

O aplicativo está disponível para ser baixado em smartphones, conectando usuários em busca de transporte a motoristas autônomos.

{via}Techcrunch|http://techcrunch.com/2015/06/17/uber-drivers-deemed-employees-by-california-labor-commission/#.pwc2sp:JniW{/via}

Tags
  • Redator: Mariela Cancelier

    Mariela Cancelier

    Mariela é jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina e gosta de jogos de luta e MOBAs. Foi estagiária do Adrenaline e Mundo Conectado e atualmente é redatora freelancer em ambos os sites.

Qual vai ser o melhor game de outubro de 2020?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.