Xiaomi desembarca no Brasil dia 30 de junho

A Xiaomi chega oficialmente ao Brasil no dia 30 de junho. Nessa data, a empresa vai apresentar os produtos que serão comercializados por aqui em um evento realizado em São Paulo. Além do porfólio da marca, conhecida como “Apple Chinesa”, a Xiaomi vai revelar a forma de comercialização dos seus aparelhos. Se será também em lojas físicas ou apenas pela internet, como acontece na China.

Quem vai assumir a companhia no Brasil como vice-presidente de expansão internacional da Xiaomi é Hugo Barra, ex-vice-presidente do Android. Ele deixou o Google em 2013 especialmente para o novo cargo.

Embora ainda não comercialize nenhum smartphone no Brasil, a Xiaomi já tem autorização da Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, para isso. O primeiro aparelho da empresa liberado pela agência reguladora foi o Redmin Note 4G, em dezembro do ano passado.


Imagem divulgada pela empresa no Facebook indicando sua vinda ao Brasil 

A empresa vai vir para o ocidente tirando o "Xiao" do nome, então vai ser conhecida por aqui apenas como "Mi". Seu site oficial, inclusive, já está no ar e o endereço é Mi.com. A Xiaomi é famosa por fazer smartphones que são baratos, mas com boas especificações. Para exemplo, o Mi 3, que é o aparelho top de linha da empresa, é um Android 4.3 com um quad-core Snapdragon 800 de 2,3 GHz, 2 GB de RAM, câmera de 13 megapixels e uma tela 1080p de 5 polegadas de 441 PPI. O Mi 3 é vendido na China por metade do preço do iPhone 5c.

- Continua após a publicidade -

{via}G1|http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2015/06/xiaomi-apple-chinesa-marca-para-30-de-junho-estreia-no-brasil.html{/via} 

Tags
  • Redator: José Hüntemann

    José Hüntemann

    Jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina, é fascinado por inovações tecnológicas. Gosta de internet, redes sociais, mobiles e futuro dos vestíveis. Mas o que mais lhe impressiona é a tecnologia que busca melhorar a vida das pessoas e não serve apenas como mero acessório. Nos games, é um zero à esquerda, mas está no pódio no campeonato de Just Dance da redação.

É melhor ter o xCloud capado no iOS ou ficar sem o serviço nos iPhones?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.