Artista vende fotos do Instagram de outras pessoas por US$90 mil

Talvez alguma de suas fotos no Instagram tenha sido vendida por US$90 mil nos Estados Unidos e você nem saiba. O artista norte-americano Richard Prince fez uma exposição  na Frieze Art Fair, em Nova York, utilizando fotos de usuários do Instagram sem pedir permissão. Além disso, Prince também vendeu algumas das imagens por US$90 mil, sem recompensar quem tirou as fotos.

O objetivo do artista é fazer uma crítica aos termos de privacidade e política de uso de imagens nas redes sociais. Para fazer a exposição, Prince não consultou os donos das imagens, utilizou e vendeu fotos compartilhadas em modo público e fez pequenas alterações, como colocar um comentário, por exemplo.

A usuária do Instagram "doedeere", que é dona de uma das imagens, ficou sabendo durante a exposição que sua foto tinha sido utilizada pelo artista. "Não, eu não dei permissão e sim, o controverso artista Richard Prince pendurou mesmo assim".

Uma foto publicada por Doe Deere (@doedeere) em

- Continua após a publicidade -

Prince já se envolveu em outros casos onde foi acusado de plagiar imagens. Em 2007, o artista foi processado por um fotógrafo, por pegar e alterar imagens e vendê-las como obra de arte. Prince venceu a causa, pois o juiz considerou que seu trabalho fazia uma releitura das imagens e fazia uma transformação no conteúdo original.

{via}Exame|http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/sua-foto-do-instagram-pode-ter-dado-us-90-mil-a-um-artista{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.