Smartphones com 512 MB de RAM terão limitações no Windows 10, indica documento vazado

Em março, a Microsoft liberou uma lista dos Lumias que viriam a receber uma das mais recentes builds do Windows 10 – e essa lista incluiu um belo número de aparelhos, muitos deles com 512 MB de memória RAM. Porém, mesmo que esses smartphones recebam a versão final do sistema, isso não quer dizer que eles poderão aproveitar plenamente o Windows 10, como indica um documento vazado.

Para começar, alguns dos aplicativos de disponíveis para o sistema não suportarão multi-tarefas de maneira instantânea. Ou seja, ao minimizar esses apps, eles entrarão numa espécie de "modo soneca", e aparecerá uma tela "Resumindo..." quando você abri-los de novo.

Além disso, a estimativa é de que os aparelhos com 512 MB de RAM rodarão bem 97% dos aplicativos de terceiros disponíveis para Windows 10. Os outros 3% são aplicativos que, em certos cenários, apresentarão requisitos de memória mais altos, o que deverá resultar num pior desempenho durante a paginação da memória ou na hora de fechar o app.

Fotos HDR também sofrerão com as limitações. Segundo o documento, esse tipo de imagem terá menor qualidade, até porque estes dispositivos estão limitados a 5 MP e 3 frames, ao invés de 8 MP e 5 frames. Enquanto isso, aplicativos que usam a localização do usuário – e estiverem rodando em background – terão essa função desativada caso outro app esteja utilizando muita memória RAM.

Aplicativos VoIP, como o Skype, ocuparão no máximo 120 MB de RAM quando abertos, e cerca de 20 MB se estiverem rodando em background. Isso quer dizer que eles rodarão bem na maior parte dos cenários. Porém, se algum aplicativo com alto requisito de memória também estiver aberto, é possível que esses apps VoIP acabem parando de funcionar.

- Continua após a publicidade -

Para conferir os documentos vazados, clique nas imagens abaixo:

 

{via}GSM Arena|http://www.gsmarena.com/leaked_windows_10_docs_detail_restrictions_for_512mb_devices-news-12413.php{/via}

Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.