Provedoras europeias estariam planejando bloquear propagandas em sites para pressionar o Google

Segundo informações de fontes não identificadas, operadoras e provedoras de internet na Europa estariam planejando começar a bloquear anúncios e propagandas em websites a fim de pressionar o monopólio que a Google exerce nos ganhos com esse tipo de publicidade.

A ideia, segundo os rumores, é oferecer planos de internet com custo diferenciado pelos quais os usuários poderiam optar e não ter que lidar com anúncios. Como as informações não são confirmadas, não ficou claro em que nível as propagandas seriam bloqueadas e que diferenças de planos haveriam, mas o objetivo final das operadoras seria barrar o conteúdo para a maior parte de seus clientes.

Isso porque, tomando-se os boatos como verdadeiros, a meta final das empresas com a jogada não é ganhar mais dinheiro dos clientes, mas sim, do próprio Google. Tendo um número suficiente de usuários sem ver anúncios para incomodar a gigante da tecnologia, poderiam ser firmados acordos de porcentagens de ganhos dessas propagandas para que elas voltassem a ser liberadas.

A prática parece, de certa forma, chantagem. Ignorando-se o aspecto ético da coisa, a parte legal ainda não está bem estabelecida. Enquanto em 2013, na França, uma operadora chegou a realizar exatamente esse plano, a ideia não deu certo por intervenção política. Mas, já na Alemanha, o AdBlock chegou a enfrentar a justiça pelo seu serviço de bloqueio de anúncios incomodar muita gente, mas ele acabou ganhando a ação o que, consequentemente, reconheceu a prática de bloquear propagandas como legal naquele país.

- Continua após a publicidade -

Ainda não temos a confirmação de que as operadoras realmente pretendem fazer isso, mas podemos dizer que, se de fato acontecer, a situação vai complicar para o Google, que já não é muito querido na Europa

{via}Venture Beat | http://venturebeat.com/2015/05/15/mobile-networks-plan-to-block-online-ads-in-europe-to-target-google-says-report/{/via} 

Tags
  • Redator: João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira

    João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

Quem estava pior no primeiro vídeo?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.