Pirataria chega ao Playstation 4; console é desbloqueado por preços a partir de R$ 300

De acordo com reportagem do UOL Jogos, assistências técnicas na Rua 25 de Março, ponto comercial de eletrônicos tradicional de São Paulo, estão oferecendo o desbloqueio do Playstation 4. Segundo os comerciantes, esta operação dá possibilidade de instalar games pirateados diretamente no HD do PS4 com custo entre 30 e 35 reais cada.

Para realizar o hack, os técnicos utilizam um chip - de acordo com o UOL, um Raspeberry Pi - e combinado com o uso de softwares consegue burlar as traves de segurança contra pirataria da Sony. Os comerciantes cobram entre 300 e 400 reais para realizar esta alteração.

Para enganar o sistema da Sony, o sistema clona um PS4, copiando dados básicos como a BIOS e componentes do hardware, e replicam eles em outro sistema. Assim, tudo que o console original adquirir pode ser instalado em seu clone. De acordo com os vendedores, todas as funcionalidades operam normalmente, inclusive o multiplayer online. Até mesmo atualizações não voltam a bloquear o aparelho.

A operação inclui a instalação de 10 a 12 jogos, e para incluir novos games ilegais o usuário precisa levar o videogame novamente aos lojistas. O custo de novos jogos é em torno de 50 reais, abaixo dos 200 reais em média cobrados por jogos legítimos.

O UOL Jogos realizou o desbloqueio de um PS4 para verificar a autenticidade do negócio e, de acordo com a reportagem, o destrave e instalação dos games funcionou. No sistema foram instalados jogos comoo "BloodBorne, "Mortal Kombat X" e "PES 2015", e de acordo com estimativas do  UOL, foi economizado um total de R$ 1.4 mil com este procedimento ilegal.

- Continua após a publicidade -

A Sony ainda não se pronunciou sobre o caso, logo não há informações sobre possíveis punições aos usuários que realizarem este procedimento, como banimento das contas da PSN e bloqueio dos jogos através de atualizações do sistema.

Como sempre salientamos, a ADRENALINE não apoia a pirataria e a aquisição de softwares através de vias ilegais. Queremos o crescimento da indústria dos games, e para isso é preciso um modelo de negócio por trás fomentando. Porém, se os preços praticados em território nacional - especialmente nos lançamentos - não fossem tão fora da realidade, o interesse em burlar as normas não seria assim, tão grande.

{via}UOL Jogos|http://jogos.uol.com.br/ultimas-noticias/2015/05/12/por-precos-a-partir-de-r-300-pirataria-chega-ao-playstation-4-no-brasil.htm{/via}

Tags
ps4
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

Deve ter lançamentos como leve melhorias na mesma arquitetura

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.