10 perguntas para Aoshi, o novo top-laner do CNB e-Sports Club

Sempre existem aquelas perguntas que a maioria dos fãs de e-Sports adorariam fazer para casters ou para os jogadores de suas equipes favoritas: como surgiu seu nick? Qual o seu campeão/herói favorito? Quanto tempo você já jogou sem parar? A série "10 perguntas para...", promovida pela HyperX, é um excelente ponto de partida para conhecer melhor esses ídolos.

Quem foi entrevistado com exclusividade pela empresa desta vez foi Franklin "Aoshi" Coutinho, o mais novo top-laner da equipe de League of Legends do CNB e-Sports Club. Nascido em Goiânia, capital do estado de Goiás, ele se mudou para São Paulo em novembro de 2014, aos 21 anos de idade, para jogar profissionalmente pelo CNB. Confira a entrevista na íntegra:

HyperX: Como você escolheu seu nick?

Aoshi: Esse nick é bem antigo, eu nem me lembro realmente como eu consegui ele, pois eu já o utilizo há mais de 10 anos, então ele só está aí. Todo mundo acha que é por causa do Samurai X, mas não é não.

- Continua após a publicidade -

H: Quais são seus campeões favoritos?

A: Meu campeão favorito é o Pantheon, apesar de eu não poder usá-lo na top lane, mas eu gosto do conceito, eu gosto de você poder pular no meio do time dos caras e aí "só vai". Então, por isso, é o meu campeão favorito. Até posso [utilizá-lo na top lane], mas ele não é o melhor campeão da top-lane, então não é o que a gente usa geralmente.

H: Qual campeão você bloquearia para sempre?

A: Tem muito campeão para escolher, hein. Acho que Shaco ou LeBlanc. São muito chatos, eu não gosto muito de champions que ficam invisíveis. Eu me irrito quando eles ficam invisíveis e acabam saindo da luta e tendo fugas que não deveriam acontecer. 

H: Por que você é bom na sua posição?

- Continua após a publicidade -

A: Eu acho que eu aprendo rápido, e, não sei, essa é uma posição onde você tem que ter um controle maior da lane, então eu só fui tendo mais sucesso, e só me encaixei ali então. Eu jogo esse game desde o início, então eu já joguei em todas as roles, e eu acho que a única em que eu realmente não gostaria de jogar é o support. Eu não gosto muito de ser support.

H: Qual foi seu recorde jogando LoL sem parar?

A: Não faço ideia, mas com certeza foram mais de 10 horas. Mais de 10 e menos do que 20 horas.

H: Qual sua melhor lembrança nas competições?

A: Eu não tenho uma história tão grande, não se compara por exemplo a um Kalec ou um outro jogador mais experiente, mas eu acho que a experiência mais interessante foi a da Comic-Con. Foi o primeiro campeonato que eu tive, e realmente foi impactante. Foi aquela coisa: "ah, então é isso que eu estou fazendo aqui".

H: O que você faz além de jogar LoL?

A: Geralmente assisto séries ou animes. Costumo jogar alguma outra coisa, só que eu não to podendo tanto, geralmente quando eu vou jogar agora é só LoL. E é isso. Eu costumo fazer alguma atividade física também.

H: É verdade que e-Sport também faz emagrecer?

A: Eu pesava mais de 100 kg. Não é tão diretamente assim relacionado ao LoL, mas eu tive ajuda de alguns amigos, que me chamavam para sair para caminhadas e etc. E eu fui caminhando, fui começando a correr, depois entrei na academia e emagreci. Hoje eu peso uns 80 kg.

H: Como você lida com a fama?

A: Acho que eu não estou tão famoso assim, até porque eu sou novo, comparado com os outros jogadores. Mas eu acho que estou chegando lá. Eu não sei realmente se eu tenho algum problema com isso. Eu nunca fui muito social, eu sou um pouco anti-social. Não costumo conversar nem mexer com Facebook ou Twitter. Mas eu acho que eu levo bem. 

H: Qual a maior dificuldade: mulheres ou games?

A: Eu não sei dizer. Acho que é mais difícil dizer que você joga profissionalmente. Pouquíssima gente conhece, às vezes você vai falar e a pessoa não acredita, ou então faz uma gracinha. Acho que que é mais difícil explicar que você vive disso. Que você realmente é um atleta.

A HyperX é uma das principais apoiadoras dos e-Sports no Brasil e no mundo. A empresa patrocina 23 equipes em todo o planeta, que disputam modalidades que vão de Counter-Strike e FIFA até os Mobas League of Legends e Dota 2. Entre esses times está a equipe de Aoshi, o CNB e-Sports Club.

Se você preferir conferir a entrevista em vídeo, clique aqui. Confira também o canal da HyperX Brasil no Youtube para mais vídeos como esse, assim como mais conteúdo exclusivo HyperX. Você pode seguir Aoshi no Facebook e também conferir seu canal no Twitch.

Tags
  • Redator: Redação

    Redação

Escolha um lado:

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.