Apenas 11,3% das cidades no Brasil têm acesso à rede 3G

De acordo com números divulgados pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), apenas 11,3% dos 5564 municípios brasileiros possuem acesso à internet 3G em pleno funcionamento. Motivo para isso acontecer é a pequena inclusão da banda larga no país e a fragmentação de prioridades da Anatel e de empresas de telefonia entre levar as redes móveis para novos mercados e a necessidade de melhorias as redes onde elas jÁ existem.

Segundo a Anatel, os estados brasileiros com melhor participação do recurso 3G são Distrito Federal, Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo, onde cerca de 20% das cidades possuem acesso 3G. JÁ os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Alagoas, GoiÁs, CearÁ e Pernambuco detêm números que variam de 10% e 20% de presença do 3G.

Pelo fato dos recursos destinado à Área para investimentos de infraestrutura serem limitados, a melhora na qualidade dessas redes compete diretamente com a escolha de novos municípios para a inclusão do serviço móvel. Sendo assim, os piores resultados aparecem em toda a região Norte do país, em Santa Catarina, no ParanÁ e nos outros estados do Nordeste. Em números, estas regiões não chegam a 10% dos municípios incluídos pela tecnologia 3G.

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Adrenaline para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

Assuntos
Tags
  • Redator: Andrei Longen

    Andrei Longen

    Jornalista pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Andrei Longen é entusiasta por videogames desde os 7 anos, quando ganhou um Odyssey 2, seu primeiro console. Hoje tem PS4, PS3 e PS Vita e adora caçar troféus em todos os jogos. Colabora no Adrenaline com notícias, análises, artigos, colunas e vídeos.

Qual a sua marca de headphones/headsets para jogos preferida? - Pesquisa de Periféricos 2021

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.