Prepare a carteira: Samsung anuncia o Galaxy S6 e S6 edge por R$ 3.299 e R$ 3.799 no Brasil

A Samsung anunciou hoje, em um evento com a imprensa brasileira, a chegada e os preços de seus novos aparelhos topo de linha, o Galaxy S6 e S6 edge. Como esperado, o design exótico trouxe um impacto importante no preço: enquanto a versão "tradicional" custará 3.299 reais, quem optar pelo modelo com o novo formato de tela curvo nas laterais terá que desembolsar mais 500 reais, trazendo um custo a partir de 3.799 reais.

Apesar do valor alto, este preço não chega a ser surpresa. Além do alto custo comum nos smartphones topo de linha do mercado brasileiro, estimativas não oficiais demonstram que o custo para fabricação do Galaxy S6 edge é superior ao do iPhone 6 e 6 plus, resultado principalmente do uso de displays curvos, recurso que encarece a produção do aparelho.

Depois de vendas bem abaixo do esperado com o Galaxy S5, que mostrou pouca evolução em relação ao seu antecessor, a sul-coreana arriscou muito mais com seu novo produto. Além de um acabamento brilhante bastante chamativo, a tela curva e de maior resolução resultou em um design bastante exótico e já trouxe seus efeitos: as pré-compras dos novos modelos teriam superado a casa das 20 milhões de unidade, a maioria do modelo S6 edge.

Comparativo: Galaxy S5 vs Galaxy S6 vs Galaxy S6 Edge - o que mudou nos novos Galaxy

Além do novo design, o Galaxy S6 e S6 edge trazem inovações no hardware importantes. A Samsung não aliviou nas especificações, e incluiu um processador de oito núcleos próprio que introduz a litografia de 14 nanômetros, sendo quatro núcleos em 2.1GHz e quatro em 1.5GHz. Além da menor arquitetura, o chip 64-bits também chega com a tecnologia de memorias DDR4, trazendo ao mesmo tempo maior performance, clocks mais altos e maior eficiência energética.

- Continua após a publicidade -

Na parte de autonomia, as novas tecnologias destes modelos possibilitam 20% mais performance consumindo 35% menos energia, algo importante considerando que a empresa reduziu um pouco a bateria neste modelo, dos 2800 mAh do S5 para 2600 e 2550mAh presentes no S6 e S6 Edge, respectivamente. A empresa promete um carregamento ultrarrápido, suficiente para em 10 minutos recarregar o equivalente a 4 horas de uso cotidiano, e outra novidade é a adição do carregamento por indução, possibilitado carregar o smartphone em uma estação sem a necessidade de uma capinha especial para isto.

A câmera também ganhou melhorias importantes. Apesar de manter os 16 megapixels de resolução, a câmera traseira recebeu melhorias importantes como a estabilização óptica (OIS) e uma maior abertura (f 1.9). A parte frontal recebeu mudanças massivas, com o aumento da resolução para 5MP e a introdução de uma objetiva com muito mais captura de luz.

Galaxy S6 Edge tira nota baixa em "reparabilidade" - veja imagens do smartphone sendo desmontado

O Galaxy S6 e S6 edge terão fabricação local e chegam ao nosso mercado no dia 25, sendo que o lançamento global aconteceu no dia 10 de abril. O Galaxy S6 virá ao Brasil nas cores branca, preta, dourada e azul, enquanto o S6 Edge possui essas quatro cores e mais o verde, e pode haver uma diferença de tempo entre a disponibilidade de algumas variantes. No armazenamento, também teremos disponível todas as versões em nosso país, sendo que a linha S6 possui modelos com 32, 64 e 128GB de memória interna sem a possibilidade de expansão através de um cartão microSD. No momento, foi anunciada a disponibilidade do Galaxy S6 edge de 64GB e do S6 de 32GB, enquanto a versão de 32GB do edge chega em 15 de maio.

- Continua após a publicidade -

A pré-venda inicia no dia 16, esta quinta-feira, e o aparelho chega aos consumidores e lojistas no dia 25. Inicialmente está disponível o S6 com 32GB, por 3.299, enquanto o S6 edge custará 3.799 e 4.299 reais em suas versões com 32 e 64GB, respectivamente.

 

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.