Amazon processa sites que cobram para falar bem de produtos nas análises de usuários

A Amazon se cansou de ver tantas análises falsas de usuários de seu site e resolveu processar 4 sites diferentes que cobram para fazer esse tipo de comentário. Essa é a primeira vez que a empresa toma uma atitude do tipo contra tais práticas.

Os processos foram abertos num tribunal estadual de Washington. Um deles é contra um californiano chamado Jay Gentile, que é dono do domínio BuyAzonReviews.com. Os outros três são contra pessoas não identificadas publicamente, que são donas de três outros domínios: BuyAmazonReviews.com, BayReviews.net e BuyReviewsNow.com.

"Mesmo que sejam poucas, essas análises ameaçam minar a confiança que os clientes, e a maioria dos vendedores e fabricantes, colocam na Amazon, portanto manchando a marca da Amazon", diz o representante da empresa no processo. 

Nos mais de 20 anos de negócio do site, as análises dos usuários têm sido uma importante parte dos negócios para a Amazon. A empresa diz que investiu bastante em controles manuais e automáticos para monitorar os milhões de análises de usuários que existem no site. A ideia é manter a autenticidade e prevenir reviews que enganem os consumidores.

"Apesar dos esforços substanciais para acabar com a prática, um ecossistema danoso está se desenvolvendo fora da Amazon, com objetivo de suprir análises que não são autênticas", descreve outra parte do processo.

- Continua após a publicidade -

{via}Cnet|http://www.cnet.com/news/amazon-sues-alleged-reviews-for-pay-sites/{/via}

Assuntos
Tags
  • Redator: Carlos Felipe Estrella

    Carlos Felipe Estrella

    Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Qual você acha melhor?

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.