Hackers recebem prêmios por testes em urnas eletrônicas

As urnas eletrônicas foram consideradas inviolÁveis após uma série de testes de invasão realizados por hackers. A iniciativa tinha como objetivo identificar possíveis vulnerabilidades e, dessa forma, os participantes que apresentaram as três ideias consideradas mais relevantes para o aprimoramento do sistema foram premiados hoje em Brasília.


Quem ficou com o maior prêmio, de R$ 5 mil, foi o consultor de segurança da informação Sérgio Freitas. Ele concluiu que um aparelho estranho só poderia captar os sinais eletromagnéticos de uma urna se estivesse a uma distância de cinco centímetros dela, "para que fosse possível eventualmente decodificar os sinais e saber o que foi digitado". Assim, com essa distância, o equipamento intrometido ficaria visível, inviabilizando o trabalho.

A experiência, que foi inicialmente sugerida pelo PT e pelo PDT e depois encampada pelo Ministério Público, contou com trabalhos de mais de 30 hackers. As avaliações foram realizadas sob a coordenação do ministro Ricardo Lewandowski, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tiveram também a presença de observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Os testes ocorreram entre os dias 10 e 13 de novembro. Além de Sérgio Freitas, mais dois participantes foram premiados, recebendo R$ 3 mil e R$ 2 mil. A equipe que ficou em terceiro lugar conseguiu lacrar o envelope que guarda a "flash memory" da urna eletrônica sem deixar qualquer vestígio. A sugestão servirÁ, segundo o TSE, para aprimorar o lacre.

Assuntos
Tags
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.