Twitter entra no mercado de streaming ao vivo com o app Periscope

Desde quando adquiriu a Periscope no início do ano, o Twitter já vinha ensaiando a entrada em uma nova área: a transmissão em tempo real de vídeos online. Hoje a empresa estreia neste novo segmento com o lançamento do app Periscope, disponível exclusivamente para iOS.

 A ideia do Periscope não é simplesmente "realizar o streaming", a empresa quer trazer o conceito de "teletransportar" as pessoas, colocando-as juntas em um momento, de forma instantânea. Com a aquisição por conta do Twitter, a empresa conseguiu uma base sólida para finalizar o desenvolvimento do app.

Apesar de integrar com sua conta do Twitter, os apps ainda funcionam com uma certa autonomia. Logo ao entrar, você não passa a automaticamente seguir as mesmas pessoas do Twitter, porém o app já usa algumas informações para já sugerir algumas pessoas a quem você pode seguir. Na primeira tela do app ficam as transmissões acontecendo naquele momento, porém é possível armazenar os vídeos para assisitir posteriormente ou mesmo salvar em seu smartphone.

O Periscope traz recursos de chat e as transmissões poderão ser abertas, aparecendo já na home do app, ou privadas, sendo que você pode restringir quem serão os usuários que irão acompanhar. Quem acompanha a transmissão pode clicar no botão "coração" para indicar que está gostando, e ao final você recebe um relatório com as "curtidas", minutos assistidos, usuários que acompanharam e também pode rever o chat. No futuro deve ser possível chamar seus seguidores do Twitter para as transmissões, porém por hora o botão está desabilitado.

- Continua após a publicidade -

O app ainda está em suas fase de desenvolvimento, e deve ganhar novos recursos. Por hora, só é possível acompanhar vídeos salvos por um período máximo de 12 horas.

Tags
  • Redator: Diego Kerber

    Diego Kerber

    Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego atua no Adrenaline desde 2010 desenvolvendo artigos e vídeo para o site e canal do YouTube

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.