Advogados pretendem banir "Smart Barbie" da Mattel por violar a privacidade das crianças

Os advogados da organização CCFC(Campaign for a Commercial-free Childhood) entraram com um processo contra a fabricante de brinquedos Mattel para banir a "Hello Barbie", boneca inteligente que grava a voz das crianças e, utilizando reconhecimento de voz, consegue manter um diálogo baseado nos gostos da pessoa. 

O brinquedo usa conexão Wi-fi e reconhecimento de voz, similar ao Google Now e a Siri, para entender o que a criança está dizendo e responder. As informações fornecidas para a boneca são armazenadas por uma empresa de San Francisco, a ToyTalk, que interpreta os dados e envia uma resposta pré-gravada.

Nas demonstrações já feitas com a Hello Barbie, é possível ver o potencial do brinquedo, que além de responder também consegue fazer perguntas. Porém, antes de ser usada, os pais devem assinar um acordo concordando com a política de privacidade da ToyTalk, já que a empresa compartilha os áudios gravados com terceiros, para fornecer um "melhor desempenho no reconhecimento de voz e para desenvolvimento de tecnologias e análises de dados".

"Crianças usando a "Hello Barbie" não estarão falando com uma boneca, elas estarão falando diretamente com um grupo empresarial com interesses financeiros" 

- Susan Linn, diretora executiva da CCFC

- Continua após a publicidade -

 A CCFC pretende banir a boneca o mais rápido possível e deixá-la longe das lojas em feriados como o Natal, pois oferecem um "imenso perigo para as crianças e famílias".

Após a pressão dos advogados, a ToyTalk disse que a política de provacidade da empresa ainda está sendo desenvolvida e será refeita. A Mattel se pronunciou dizendo que não usa a tecnologia e os dados para promover seus produtos e distribuir anúncios e só pretende criar uma ligação entre o brinquedo e as crianças.

{via}The Guardian|http://www.theguardian.com/technology/2015/mar/13/smart-barbie-that-can-listen-to-your-kids-privacy-fears-mattel{/via} 

Tags
  • Redator: Mateus Mognon

    Mateus Mognon

    Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.